Home » Papa Francisco » Refugiados afegãos entre os apelos do Papa no Angelus

Refugiados afegãos entre os apelos do Papa no Angelus

Menino afegão caminha ao lado de militar dos EUA enquanto ele e sua família são conduzidos pelo Aeroporto Internacional de Dulles, Virgínia, para embarcar em um ônibus que os levará a um centro de processamento de refugiados | Foto: Getty Images / Via Vaticannews

|CIDADE DO VATICANO | Por Vaticannews

Atento aos acontecimentos ao redor do mundo, o Papa pediu que os refugiados afegãos possam “viver com dignidade em paz e em fraternidade”

“Nestes momentos agitados, em que afegãos procuram refúgio, rezo pelos mais vulneráveis ​​entre eles”. Após recitar o Angelus, o Papa Francisco fez um apelo pelos refugiados do Afeganistão, país em que os acontecimentos das últimas semanas despertam preocupação em todo o mundo:

Rezo para que muitos países acolham e protejam aqueles que buscam uma nova vida. Também rezo pelos deslocados internos, para que tenham a assistência e a proteção necessárias. Que os jovens afegãos possam receber educação, um bem essencial para o desenvolvimento humano. E que todos os afegãos, tanto na pátria, como em trânsito e nos países anfitriões, possam viver com dignidade, em paz e fraternidade com seus vizinhos.

Vítimas de tempestade nos Estados Unidos

O Santo Padre também elevou orações pelos atingidos pela tempestade Elsa, que castigou os Estados Unidos. Os mortos são ao menos 45.

Asseguro a minha oração pela população dos Estados Unidos da América atingida por um forte furacão nos últimos dias. Que o Senhor acolha a alma dos falecidos e sustente os que sofrem com esta calamidade.

Festas judaicas

O Pontífice também dirigiu felicitações aos judeus pelas festas dos próximos dias

Nos próximos dias é celebrado o Ano Novo Judaico, Rosh Hashanah. E depois as duas festas do Yom Kippur e Sukkot. Dirijo os meus votos mais sinceros a todos os irmãos e irmãs da religião judaica: que o novo ano seja rico de frutos de paz e de bem para todos os que caminham fielmente na Lei do Senhor.

Santa Madre Teresa de Calcutá

Pouco antes de concluir seus apelos e saudações, um momento especial na Praça São Pedro, com efusivos aplausos quando o Papa recordou da festa litúrgica de Santa Madre Teresa de Calcutá:

Hoje é a memória de Santa Teresa de Calcutá, para todos Madre Teresa. Um belo aplauso! Dirijo a minha saudação a todas as Missionárias da Caridade, comprometidas em todo o mundo em um serviço muitas vezes heroico. Penso, em particular, nas Irmãs do «Dom de Maria», aqui no Vaticano.

Comente

Seu email nao sera publicado. Campos marcados so obrigatorios *

*