Dom Pedro Conti participa de cerimônia inter-religiosa em memória de vítimas da Covid-19 – Portal de Notícias da Diocese de Macapá
Home » Amapá » Dom Pedro Conti participa de cerimônia inter-religiosa em memória de vítimas da Covid-19

Dom Pedro Conti participa de cerimônia inter-religiosa em memória de vítimas da Covid-19

“Levanta-te, estas são minhas palavras nesta Alvorada da Esperança”, disse o bispo de Macapá.

Momento de homenagem as vítimas da Covid-19 | Foto: Gê Paula (@gepaula_)

| Macapá (AP) | Por Jefferson Souza – Pascom

Nesta terça-feira, 21/7, o bispo de Macapá dom Pedro José Conti participou da cerimônia inter-religiosa “Alvorada da Esperança” em memória às vítimas da Covid-19 no estado e no mundo.

O evento promovido pela rede de solidariedade “Amapá Solidário” reuniu na área externa da Fortaleza de São José de Macapá representantes de instituições religiosas, filantrópicas e políticos para recordar as vítimas da pandemia do novo coronavírus.

Em seu discurso, dom Pedro destacou que o evento deseja mostrar solidariedade às famílias de luto. “Se as cestas básicas nos ajudam a viver, a acreditar na fraternidade, na amizade, a oração nos dá esperança na vida plena”, disse o bispo.

O bispo recordou a passagem bíblica do Evangelho que apresenta o encontro de Jesus com uma mãe viúva na cidade de Naim durante o cortejo funeral do filho. “Jesus diz uma palavra a mãe e uma palavra ao filho”, disse. Segundo ele, para aquela mãe, Jesus fala “não chores!” e ao filho morto disse “levanta-te”.

Dom Pedro Conti durante seu discurso no evento| Foto: Gê Paula (@gepaula_)

Explicando o significado das palavras de Jesus, dom Pedro afirmou que “devemos entender que existem lágrimas cheias de carinho, afeto, saudade destas famílias que perderam os seus entes queridos”. Para ele, “essas são lágrimas que brotam de nossos corações” e “a essas lágrimas, Jesus nos diz ‘não chores!”.

“Quero lembrar também outras as lágrimas que as vezes brotam de nossos olhos e que também são as lágrimas de Jesus, as lágrimas de indignação quando percebemos as coisas erradas, percebemos que devia mudar, mas nos sentimos impotentes, ou não podemos também fazer muita coisa”,  destacou.

Para dom Pedro, as “ lágrimas também são sinal de que o nosso coração deseja algo novo, diferente, melhor” e afirmou que o bem, o amor e a solidariedade dão o sentido a vida.

No fim de seu discurso, o bispo destacou o que Jesus disse ao jovem ao devolve-lo com vida à sua mãe e que, segundo dom Pedro, deve ser dito neste momento uns aos outros: “levanta-te!”. “Essas são minhas palavras nesta Alvorada da Esperança. (…) Levanta-te! Levanta-te Amapá, Brasil, mundo inteiro!”, disse ressaltando as palavras de Jesus.

Confira o discurso completo no vídeo.

Além do bispo de Macapá, participaram do evento o pastor evangélico Kelson Abraão, o vice-presidente da Federação Espírita do Amapá Manoel Felipe, e o representante de religiões de matriz africana, Pai Marcos.   

Amapá Solidário

A rede de solidariedade reuniu voluntários e instituições para ações preventivas e medidas em prol de famílias e organizações filantrópicas. Neste tempo de pandemia do novo coranavírus atuou com várias iniciativas de assistências as famílias atingidas pela pandemia ou com dificuldades econômicas.

Segundo a rede, de 20 de abril a 20 de julho foram cerca de 6.300 cestas básicas, 7 mil frascos de álcool em gel, 7 mil máscaras distribuídas no Amapá para famílias assistidas.

A Igreja Católica no Amapá participou das iniciativas da rede solidária através da Cáritas Diocesana de Macapá. A parceria permitiu a distribuição de kits de higiene e alimentos a famílias e instituições ajudadas pela Diocese de Macapá.

Vítimas

No Amapá, até a publicação desta matéria, os dados oficiais apresentam 515 mortos em decorrência da Covid-19. O número de casos confirmados desde o início da pandemia chega a 34.145 de acordo com o último boletim do Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública (COESP).

Comente

Seu email nao sera publicado. Campos marcados so obrigatorios *

*