Primeira Carta de São João é tema do Encontrão dos Círculos Bíblicos – Portal de Notícias da Diocese de Macapá
Home » Notícias da Diocese » Primeira Carta de São João é tema do Encontrão dos Círculos Bíblicos

Primeira Carta de São João é tema do Encontrão dos Círculos Bíblicos

O Encontrão reunirá coordenadores de comunidades, animadores, hospedeiros e participantes dos círculos bíblicos para um dia de estudo

Registro da Primeira Carta de São João, Bíblia Ave-Maria – (Foto: Pascom-Diocese de Macapá)

| Por Jefferson Souza

A Diocese de Macapá realiza no dia 26 de janeiro de 2020 o Encontrão dos Círculos Bíblicos. O evento inicia as 7h30, e acontece no auditório do Centro de Cultura e Pastoral Dom José Maritano, no bairro Jesus de Nazaré, em Macapá.

Com o tema ‘A Comunhão entre Deus e Nós – fonte da comunhão entre nós’ e a iluminação bíblica “Nós amamos, porque Ele nos amou primeiro” (I João 4,19), os participantes recebem formação sobre a teologia dos escritos do Apóstolo João como forma de favorecer a leitura orante dos textos para os encontros semanais dos Círculos Bíblicos nas comunidades.

O Encontro conta com a assessoria do padre Agostinho Syukur, da Congregação do Verbo Divino (Verbitas). O religioso é mestre em estudos bíblicos pela Universidade Metodista de São Paulo, com longa experiência pastoral na formação bíblica.

Círculos Bíblicos

Iniciados no ano 2011, todas as quartas-feiras as comunidades católicas são convidadas a promoverem os encontros dos Círculos Bíblicos. nas reuniões os fiéis fazem a leitura orante dos textos bíblicos refletindo à luz da Palavra de Deus e criando vínculos fraternos através de pequenas comunidades.

Na mensagem convite para o Encontrão, o bispo de Macapá dom Pedro José Conti ressalta que em 2020 se chega ao fim a leitura de toda a bíblia proposta pela iniciativa dos círculos bíblicos. Este ano serão as três cartas de João, a carta de Judas e o livro do Apocalipse que completam assim o ciclo da leitura orante da bíblia.

“Atravessamos tempos difíceis e, às vezes, esperamos alguma intervenção milagrosa do Senhor, mas ele já está conosco, nunca nos deixou órfãos!”, recorda dom Pedro. Segundo ele, “não podemos esquecer a meta-modelo da nossa caminhada neste mundo” é a “Jerusalém celeste onde “a morte não existirá mais, e não haverá mais luto, nem grito, nem dor, porque as coisas de antes passaram” (Ap 21,4), afirmou.

Dom Pedro ressaltou ainda a necessidade de se colaborar e apostar nas pequenas comunidades, berço de muitos grupos de Círculos Bíblicos. Segundo ele, “todos nós deveríamos colaborar e apostar na construção das pequenas ‘Comunidades Eclesiais Missionárias’, conforme as orientações das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da CNBB, que foram assumidas na nossa Assembleia Diocesana”, recorda.

Organização
De acordo com a coordenação do evento, as paróquias devem informar o número de participantes enviados para o Encontrão e colaborar com a quantia de R$ 100 (cem reais) para custeio da alimentação e despesas gerais. A organização informa que o almoço será de forma partilhada, onde os participantes podem levar algo para complementar a partilha.

Mensagem de Dom Pedro José Conti para os participantes do Encontrão dos Círculos Bíblicos

Queridos irmão e irmãs, animadores e hospedeiros dos Círculos Bíblicos;

Ainda se lembram do nosso Projeto “A Palavra de Deus crescia” iniciado em 2011? Parece ontem e já se passaram os dez anos previstos. Em 2020 chegaremos ao fim desta caminhada. Refletiremos, sempre com o método da Leitura Orante da Bíblia, sobre os últimos Livros que concluem o texto sagrado. O final, como é obvio, será com o Livro do Apocalipse. Atravessamos tempos difíceis e, às vezes, esperamos alguma intervenção milagrosa do Senhor, mas ele já está conosco, nunca nos deixou órfãos! O que não podemos esquecer é a meta-modelo da nossa caminhada neste mundo: a Jerusalém celeste onde “a morte não existirá mais, e não haverá mais luto, nem grito, nem dor, porque as coisas de antes passaram” (Ap 21,4). Por isso trabalhamos para que a paz, a justiça e o bem para todos aconteçam já neste mundo, apesar das nossas limitações humanas. A Esperança sempre anda junta com a Fé e a Caridade.

Quero agradecer a todos e a todas que colaboraram ao longo destes anos, na preparação dos Livretos, na animação e na acolhida em suas casas dos Círculos Bíblicos. Espero que tenhamos feito uma boa experiência de “pequenas comunidades”, nas ruas das cidades e nas vilas do interior.

É sempre possível melhorar. Podemos tornar as nossas Comunidades mais acolhedores, atrativas e mais ousadas no entusiasmo e na partilha.

Todos nós deveríamos colaborar e apostar na construção das pequenas “Comunidades Eclesiais Missionárias”, conforme as orientações das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da
CNBB, que foram assumidas na nossa Assembleia Diocesana.

Que a Palavra de Deus nos sustente nessa caminhada.

 

Comente

Seu email nao sera publicado. Campos marcados so obrigatorios *

*