Ordenação de três novos diáconos para a Diocese de Macapá acontece neste sábado, 21 – Portal de Notícias da Diocese de Macapá
Home » Notícias da Diocese » Ordenação de três novos diáconos para a Diocese de Macapá acontece neste sábado, 21

Ordenação de três novos diáconos para a Diocese de Macapá acontece neste sábado, 21

O diaconato é o primeiro grau do Sacramento da Ordem e pode ser conferido de forma permanente à homens casados para o exercício da liturgia, da pregação da Palavra e da caridade

Convite para ordenação diaconal – (Foto: Divulgação)

|Por Jefferson Souza |

O bispo de Macapá, dom Pedro José Conti, celebra neste sábado, 21, a santa missa na qual José Bertino da Mota Filho, Márcio Josué Mendonça Pantoja e Paulo Afonso do Carmo e Silva serão ordenados Diáconos Permanentes para a Igreja Católica. A celebração acontece às 19h, na Igreja matriz paroquial Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Santana (AP).

O diaconato é um serviço desde os tempos apostólicos e parte integrante da Tradição da Igreja. É o primeiro grau do Sacramento da Ordem para o serviço ao povo de Deus na liturgia, na Palavra e na caridade, em comunhão com o bispo e seu presbitério.

O diaconato permanente pode ser conferido tanto a homens solteiros celibatários, quanto a homens casados, como é o caso dos três que serão ordenados por dom Pedro.

José Mota, 36 anos – (Foto: Arquivo Pessoal)

José Mota tem 36 anos de idade e há seis é casado com Maria Suely. Sem filhos, os dois dedicam-se às atividades de evangelização na Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Santana (AP).

Segundo ele, sua caminhada na Igreja começou através da participação no movimento eclesial da Renovação Cática Católica (RCC). Com o convite para ingressar na escola diaconal, foram três anos de preparação e escolheu como lema a frase do Apóstolo Paulo na Carta aos Filipenses: “Viver para mim é Cristo, e morrer é lucro!” (cf. Fl 1, 21).

“Posso dizer que estou consumido por esse momento”, diz ele a respeito da expectativa para ordenação.O diaconato para ele significa tratar-se de um momento de “ser servo por amor, é o que rogo ao Senhor”.

Márcio Pantoja, 44 anos – (Foto: Arquivo Pessoal)

Márcio Pantoja há 16 anos é casado com Eliana Pantaleão. Aos 44 anos, receberá a ordenação diaconal para atuar junto a Paróquia São João Batista Piamarta, na zona leste da capital, onde reside com a família.

Para Márcio, este momento significa “uma nova missão, de ouvir o Espírito Santo e deixar ser conduzido por Ele”.

De acordo com Márcio, este é um momento pessoal de despojamento e doação a nova missão na Igreja  e por isso escolheu como lema da ordenação o convite de Jesus narrado no Evangelho de Mateus: “Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens!” (cf. Mt 4,19).

Antes de iniciar a formação para diácono da Diocese de Macapá, Márcio já realizou vários serviços na comunidade paroquial como coordenador de Grupo de Oração da RCC e ministro extra da Sagrada Comunhão. 

Paulo Afonso, 63 anos – (Foto: Arquivo Pessoal)

“Quanto a você, porém, permaneça nas coisas que aprendeu e das quais tem convicção, pois você sabe de quem aprendeu!” ( 2 Tm 3, 4) foi o lema escolhido por Paulo Afonso.

Aos 63 anos de idade é o mais velho desta ordenação de diáconos permanentes. Ele vai atuar na Paróquia São Benedito, no bairro do Laguinho.

Ele conta que desde 2008 reencontrou o caminho da fé, engajando-se nas atividades da Paróquia desde então. Para ele, o diaconato significa “atender a um chamado para trabalhar na messe de Jesus”.

 

 

Serviço
Ordenação diaconal
Data: 21 de dezembro 2019
Local: Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro – Santana
Horário: 19h

Diocese de Macapá
Pastoral da Comunicação: (96) 98400-5139 | (96) 99139-0682
Site: www.diocesedemacapa.com.br
Facebook: /diocesedemacapa
(12/12/2019)

Comente

Seu email nao sera publicado. Campos marcados so obrigatorios *

*