Home » Notícias CNBB » Em última reunião do ano, assessores das Comissões levantam propostas para a 58ª Assembleia Geral

Em última reunião do ano, assessores das Comissões levantam propostas para a 58ª Assembleia Geral

Em última reunião do ano, assessores das Comissões levantam propostas para a 58ª Assembleia Geral

Em última reunião do ano, assessores das Comissões levantam propostas para a 58ª Assembleia Geral – (Foto: CNBB)

Na última reunião do ano do Grupo de Assessores da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) realizada dia 25 de novembro, na sede da entidade em Brasília, os participantes foram provocados a pensar sugestões para a 58ª Assembleia Geral do Episcopado brasileiro de abril de 2020. O trabalho da manhã, para levantamento de sugestões para a assembleia, foi orientado pelo secretário-geral da CNBB, dom Joel Amado.

Segundo o secretário adjunto de Pastoral da CNBB, padre Marcus Barbosa, também assessor para a Comissão Episcopal Pastoral para o Ecumenismo da CNBB, o tema central da próxima Assembleia nacional dos Bispos do Brasil será: “Evangelização e a Palavra de Deus”.

Tratou-se de levantar propostas para pensar a elaboração de um texto base preparatório ao encontro do episcopado brasileiro. Segundo padre Marcus, a ideia é produzir um texto-base simples e popular, com linguagem acessível, que trabalhe a evangelização e a centralidade da Palavra de Deus. O secretário adjunto de pastoral destacou que o esquema e a estrutura do texto serão apresentados para a aprovação na 100ª Reunião do Conselho Permanente da entidade de 26 a 28 de novembro.

Outro ponto, considerado importante da reunião, foi a conclusão do Plano Quadrienal – 2020 a 2023. Segundo o padre Marcus, é o Plano que reflete o rosto da CNBB e os projetos por meio do trabalhos das Comissões Episcopais Pastorais e da entidade.

Padre Juarez, o primeiro da esquerda para a direita. Foto: Assessoria de Comunicação CNBB/Foto: Caio LimaO padre Juarez Albino Destro, assessor da Comissão Episcopal Pastoral dos Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada, destacou a importância da reunião de Assessores como fundamental para avançar no trabalho conjunto, especialmente na CNBB com sua missão na Igreja no Brasil. “São reuniões essenciais porque demonstra um interesse de trabalhar em rede”, disse.

Outros temas foram discutidos pelos assessores como o Sínodo da Amazônia: informações e compromissos, o projeto de Comunicação da CNBB – novos desdobramentos, a Revista CNBB em Ação e o Comunicado das Comissões. A reunião terminou com uma celebração eucarística, no final do dia.

Fonte: CNBB

Comente

Seu email nao sera publicado. Campos marcados so obrigatorios *

*