Grito dos Excluídos 2019 – Portal de Notícias da Diocese de Macapá
Home » Notícias da Diocese » Grito dos Excluídos 2019

Grito dos Excluídos 2019

Grito dos Excluídos terá ato público em Macapá

O Grito nacional dos excluídos e excluídas em 2019 está na sua 25ª edição, mantendo sempre o tema e o objetivo de defender a vida em primeiro lugar, anunciando a esperança de um mundo melhor, promovendo ações de denúncias dos males causados por este modelo econômico. Assim, o lema desta edição mais uma vez alerta para a insustentabilidade deste sistema que não vale! Lutamos por justiça, direito e liberdade.

Diferente das edições anteriores, em vez da caminhada o Grito dos Excluídos 2019 em Macapá terá um ato público, dia 7 de setembro, a partir das três da tarde, na quadra ao lado da igreja Jesus de Nazaré, na rua Leopoldo Machado, no centro da cidade. Outra novidade no Grito deste ano será a presença do cantor e poeta católico, o nordestino Zé Vicente, que já gravou vários discos com hinos, músicas populares e canções que há décadas animam a caminhada das comunidades eclesiais de base, pastorais e movimentos sociais.

A organização, mobilização e a realização do ato público no dia do Grito envolve as comunidades e pastorais sociais da Diocese de Macapá, organizações indígenas, afro quilombolas, movimento dos atingidos por barragens, Fórum Social Pan amazônico, sindicatos, movimentos de mulheres, ambientalistas, juventude, universitários, ribeirinhos, entre outros. Além dos eixos do Grito outros temas foram propostos para as rodas de conversa e pronunciamentos, como a preservação da Amazônia; a questão agrária e lutas no campo; juventude e saúde mental, entre outros.

A programação começara às15h30, com apresentação musical, seguida da mensagem de abertura de Dom Pedro Conti, bispo de Macapá; apresentação inicial do cantor Zé Vicente; reflexão sobre a realidade carcerária do Amapá; apresentações do Movimento dos atingidos por barragens; grupo Anjos da Rua, da Pastoral da juventude; reflexão e música com Zé Vicente; Marabaixo e depoimento da comunidade Afro quilombola; o espaço dos povos indígenas. Às 19h, rodas de conversas, e às 20h a conclusão do ato com o show do cantador Zé Vicente. No decorrer da programação haverá a feira da economia solidária, exposições de pesquisas científicas, de projetos ecológicos e sociais.

Os objetivos do Grito, entre outros, são: discutir com a sociedade o atual momento que vivemos no Brasil e no mundo, denunciando as estruturas opressoras e excludentes e as injustiças cometidas pelo sistema capitalista; refletir coletivamente que este modelo de desenvolvimento baseado no lucro e na acumulação privada, não serve para o povo, porque destrói e mata; promover espaços de diálogo e troca de experiências para construir as lutas e a mudança, através da organização, mobilização e resistência popular.

Oscar Filho – Pastoral da Comunicação
Contatos: 991035805 – 981322003 – 98111309

Comente

Seu email nao sera publicado. Campos marcados so obrigatorios *

*