Reunião do Conselho Pastoral traça rumos para a reflexão da Campanha da Fraternidade de 2020 – Portal de Notícias da Diocese de Macapá
Home » Notícias CNBB » Reunião do Conselho Pastoral traça rumos para a reflexão da Campanha da Fraternidade de 2020

Reunião do Conselho Pastoral traça rumos para a reflexão da Campanha da Fraternidade de 2020

Foto: CNBB

Os membros do Conselho Episcopal Pastoral (Consep) da CNBB estão reunidos, em Brasília, e entre os pontos da pauta está a tarefa de escolher o hino e definir as diretrizes gerais para a elaboração do Texto-Base da Campanha da Fraternidade de 2020 que vai tratar “Fraternidade e vida: dom e compromisso”. Os bispos trabalham nesta terça e quarta-feira, 18 e 19 de setembro, e tem outros assuntos a serem considerados.

Análise de conjuntura

Como de costume, nas reuniões do Conselho, os bispos acolhem uma ampla análise da conjuntura sócio-econômica do Brasil e o papel do País no cenário internacional. P. Thierry-Jean Linard de Guertechin, assessor especial, membro da equipe que normalmente prepara um trabalho minucioso levantando os principais problemas da atualidade no campo da política na sociedade e apresenta aos membros do Conselho. Nesta terça-feira, a equipe também convidou Dr. César Brito, ex-presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil.

Depois da apresentação do P. Thierry sobre alguns pontos da Doutrina Social da Igreja face ao desafios das eleições deste ano e do depoimento do de Dr. Brito, os bispos tiveram oportunidade de apresentar suas considerações e questionamentos.

Comunicados

A Comissão para a Ação Missionária e a Cooperação Inter-eclesial apresentou um amplo plano, que inclui todas as comissões da CNBB, para a preparação e animação do Mês Missionário Extraordinário (MME), em 2019, definido pelo Papa Francisco. Todas as propostas de atividades foram feitas considerando o movimento normal de trabalho de todas as dimensões da ação evangelizadora no Brasil, evitando “inventar” situações novas. Desse modo, o MME poderá perpassar várias atividades que as comissões já realizam durante todo o ano, antes do mês de outubro do ano que vem. Dois destaques importantes: o MME deve estar integrado com a fase final de elaboração do Plano Nacional Missionário e com o Sínodo da Amazônia que, por uma “feliz coincidência”, como diz o Papa Francisco, se realizará também no mês de outubro de 2019.

A Comissão para a Juventude fez um retrospecto de todo o trabalho realizado desde a convocação do Sínodo dos Jovens até o momento quando se aproxima a realização a Assembleia, em Roma. O Sínodo dos Jovens acontece de 3 a 28 do próximo mês. Todas as iniciativas tomadas para ouvir os jovens do Vaticano foram estendidas para o trabalho da Comissão no Brasil que procurou conectar esta preparação com o ritmo da caminhada da juventude, especialmente com o projeto missionário “Ide”, já em execução em todo o Brasil.

CF 2019 e 2020

A CNBB trabalha com um cronograma bastante rígido na elaboração do material da Campanha da Fraternidade (CF) de modo que o episcopado, por meio do Consep, tenha sua orientação contemplada no material produzido e para garantir que as comunidades sejam ouvidas em relação à escolha desse mesmo material. O Conselho também acompanha muito de perto cada uma das principais peças da campanha.

O processo de escolha do hino para a CF do ano que vem se conclui e conta com o apoio do setor de música litúrgica da Comissão de Liturgia da CNBB. Aos bispos foram submetidas algumas melodias para que em sintonia com a letra já produzida possa se chegar a composição final.

Além disso, os bispos do Consep, de forma ampla e livre apresentam os temas principais que devem ser tratados naquele texto principal usado para animar a Campanha de 2020. A partir deste encaminhamento do Conselho, especialistas em diversas áreas, incluindo Teologia e Bíblia, prosseguem na elaboração do texto final que ainda volta para a apreciação dos bispos.

Os assessores das comissões de pastoral tem, na última parte da reunião do Consep, a oportunidade de encontrarem seus respectivos presidentes.

Fonte: CNBB

Comente

Seu email nao sera publicado. Campos marcados so obrigatorios *

*