Missa de inauguração: Dom Pedro diz que a Fazenda da Esperança de Macapá faz homenagem ao arquiteto Marco Liva da Fundação Marcelo Cândia – Portal de Notícias da Diocese de Macapá
Home » Notícias da Diocese » Missa de inauguração: Dom Pedro diz que a Fazenda da Esperança de Macapá faz homenagem ao arquiteto Marco Liva da Fundação Marcelo Cândia

Missa de inauguração: Dom Pedro diz que a Fazenda da Esperança de Macapá faz homenagem ao arquiteto Marco Liva da Fundação Marcelo Cândia

Um banner do arquiteto Marco Liva com as crianças estava exposto

Fazenda da Esperança “Marco Liva” é a realização de um sonho que morava no coração de muitos amapaenses há mais de 10 anos. A homenagem com o nome da comunidade terapêutica – que trabalha na recuperação de dependentes químicos – foi feita pelo bispo diocesano Dom Pedro José Conti, devido a dedicação do então arquiteto pela obra social, enquanto estava vivo. A missa de inauguração da instituição foi presidida por Dom Pedro, concelebrada pelo presidente internacional da Fazenda, padre Luiz Menezes, o responsável regional padre Vinícius, e os padres Lino e João do município de Mazagão. O curral da fazenda ficou pequeno, com a participação de mais de 500 pessoas, na manhã do último domingo, 22.

De acordo com Dom Pedro, Marco Liva foi presidente da Fundação Marcelo Cândia da Itália, mas infelizmente faleceu. Porém, ele já havia visitado o terreno que estava à venda, e juntos projetaram a instalação da Fazenda da Esperança no Amapá. A Fundação Marcelo Cândia contribuiu com a metade do valor para a compra do terreno, e a Diocese de Macapá completou com a outra parte, e também contou com o apoio das paróquias.

“Nós visitamos a área que estava à venda juntos, e Marco Liva, com generosidade, apoiou o nosso pedido de ajuda, mas infelizmente ele veio falecer poucos meses depois, numa queda nas montanhas. No entanto, a Fundação Marcelo Cândia manteve o compromisso e deu continuidade ao projeto, pagando a metade do dinheiro que desembolsamos,” destacou o bispo.

Durante a celebração, o presidente internacional da Fazenda da Esperança, padre Luiz Menezes, agradeceu o acolhimento da sociedade amapaense, falou sobre a missão da obra social que nasceu em Guaratinguetá-SP, o trabalho realizado no Brasil e no exterior destacando os princípios da instituição. Mais de 30 mil dependentes químicos já foram atendidos pela Fazenda da Esperança durante os 35 anos.

“Para uma fazenda da esperança ser instalada, é preciso da autorização do bispo, ter um terreno disponível para a realização da obra e ter o apoio da comunidade local. Nós agradecemos pelo acolhimento e todo apoio que nos foi dado, e queremos contar com a generosidade de todos.” Esclareceu, padre Luiz.

O responsável regional da Fazenda da Esperança, padre Vinícius, também agradeceu pelo apoio de todos que se envolveram para a realização do projeto. Segundo ele, atualmente são mais de 4 mil pessoas atendidas, em todas as unidades. Na ocasião, com muita alegria, ele anunciou que Macapá já tem o primeiro jovem acolhido na família. O padre apresentou o Grupo Esperança Viva (GEV) – famílias que se encontram todos os sábados no Centro Diocesano de Pastoral – e também apresentou os missionários que vão voltar para seus estados e os que irão ficar no Amapá. Cada voluntário deu testemunho de vitória, pela superação dos vícios das drogas.

“Agora, precisamos trabalhar para a construção e organização da nossa fazenda de Macapá, por enquanto, só podemos acolher um jovem, mas já temos uma lista de pessoas que solicitaram a internação,” concluiu pe. Vinícius.  No final da celebração, o valor do ofertório doado pela comunidade foi divulgado. E logo após, aconteceu o almoço beneficente em prol da fazenda.

Fazenda da Esperança

É a maior obra da América Latina – que regenera vidas e famílias – são 138 unidades espalhadas pelo mundo, com 35 anos de experiência na recuperação de dependentes químicos. Além do Brasil, a instituição está presente em outros 22 países. A comunidade terapêutica tem a missão de viver o carisma da fazenda como uma família, viver a palavra de Deus e colocá-la em prática; e ajudar na recuperação dos que precisam de apoio para superar, entre outras dependências, a de drogas e de álcool.

 

Mais informações para doações: responsável pela Fazenda, missionário Marcos (96) 981127852 | Missionária Renata Monteiro (96) 981127852 | Coordenadora GEV, Clivea Valente (96) 991353087

Diocese de Macapá
Mônica Costa – 991807036
Portal de Notícias: www.diocesedemacapa.com.br
Facebook: /diocesedemacapa
Instagram: @diocesedemacapa (23/07/2018)

Comente

Seu email nao sera publicado. Campos marcados so obrigatorios *

*