Buscar na Web

Seja bem Vindo,
Quinta-Feira, 22 de junho de 2017.


32ª Semana do Migrante busca conquistar direitos para refugiados e migrantes no Brasil

de 18 a 25/06/2017

Estudos sobre Maria ser√£o ministrados pelo biblsta Pe. e Dr. Mauro Orsatti

‚ÄúOs documentos n√£o podem ficar nas gavetas, devem alimentar a viv√™ncia dos leigos‚ÄĚ , diz dom Pedro Conti

05/06/2017 Laicato ‚Äď CNBB


16/04/2017

Um sorriso



 

Um sorriso                              

 

 

Dom Pedro José Conti

Bispo de Macapá

 

Certa vez, um sorriso passeava pelo mundo. Era um sorriso simpático, alegre, carinhoso. Estava feliz como só pode sê-lo um sorriso. Chegou numa cidade onde os moradores e o trânsito eram muito nervosos. Estava esperando o sinal abrir na faixa dos pedestres, quando dois carros se chocaram. Pararam ao lado da rua. As portas se abriram. Um dos motoristas desceu rápido e já estava com o rosto desfigurado pela raiva. Foi naquele instante que o sorriso colou nele. De repente, o semblante daquele homem ficou calmo e a atitude amigável. O outro motorista também não estava para brincadeira, mas vendo o sorriso do primeiro ficou desarmado.

- Peço desculpa, a culpa é minha – disse.

- Pode acontecer a qualquer um – replicou o primeiro – vamos tomar um café e acertar o prejuízo, sugeriu.

O sorriso continuou o seu passeio. Ajudou a funcionária de um banco a sorrir e a fila dos clientes acabou mais rápido e sem reclamações. Voou no rosto de um professor e os alunos prestaram mais atenção. Parou junto ao médico-chefe da cirurgia e os doentes se esqueceram um pouco das suas preocupações. Fez sorrir um pai que voltava para casa após uma noite de trabalho. Uma senhora idosa sorriu para os meninos barulhentos, que sempre jogavam bola perto da casa dela. Dois deles, que estavam para brigar, pararam quando foram alcançados pelo sorriso dela e se abraçaram. À tarde, o sorriso partiu. Estava cansado, mas a cidade estava mais feliz. 

Falar da Páscoa de Jesus é fácil e difícil ao mesmo tempo. Fácil se conseguimos imaginar todas as “boas notícias” que tanto esperamos e gostaríamos de receber. Saber, por exemplo, que estamos com saúde. Conhecer o resultado de uma prova e saber que fomos aprovados, que conseguimos uma vaga de trabalho e que muitos dos apertos da nossa vida estão para acabar. É fácil, também, se pensamos nos outros, nas pessoas que amamos. Quem bom saber que a esposa, ou o marido, está bem, que os filhos crescem com saúde, que passarão para outra série, que não são tão preguiçosos e nem acomodados. Também são obedientes e não dão tanta dor de cabeça. Vibramos de alegria ao saber que os nossos pais mudaram de ideia: não vão mais se separar e nós – crianças – não somos obrigados a decidir com quem ficar. Nós – crianças – queremos os dois. Que alegria, ter pai e mãe. Finalmente! O namorado, ou a namorada, abriu o jogo. Agora, pensa o jovem, ou a jovem, disse que me ama. Estou feliz! Páscoa, sem dúvida, é um sorriso, um sonho realizado, uma vida nova. Páscoa é luz! É alegria lá onde tudo parecia estar perdido, acabado, sem esperança.

Mas não é bem assim. Falar da Páscoa é difícil, muito difícil. Porque tudo o que acabei de lembrar é só o começo, só um sinal, uma breve antecipação da verdadeira Páscoa. Isso mesmo. Se as pequenas alegrias desta vida já nos parecem tão grandes, se já nos fazem acreditar que vale a pena viver, o que pensar e imaginar da vida nova que Jesus quer nos dar com a sua Páscoa? Talvez seja necessário passar pelo sofrimento, para entender a libertação; passar pela dúvida para descobrir a verdade; passar pela escuridão para dar valor à luz. Para nós cristãos, Páscoa é passagem que ainda está acontecendo. Não é o fim de toda preocupação. Não é ainda uma vida sem obstáculos, sem quedas, sem o sofrimento e morte. Não é, ainda, uma vida sem ódio e sem guerras grandes e pequenas. Nós ainda vamos passar por tudo isso, porque a Páscoa de Jesus não é a imaginação de uma vida beata, num mundo de fábulas e de ficção construída no computador. Páscoa é ainda passagem: uma subida ao Calvário para vencer o nosso egoísmo, para aprender a buscar o bem dos outros e não somente o nosso, porque a Páscoa de Jesus é vida doada e não segurada para nós e roubada aos outros. É amor, entrega. Isso custa, mas é esta a Vida Nova de Jesus. Esta é a Boa Notícia: a vitória sobre o mal já começou. A morte não tem mais a última palavra. O amor de Jesus venceu! Vivamos bem as alegrias da vida. Amemos e façamos outros sorrir, porque Páscoa é a festa da Vida, da vida plena. A vida de Deus, presente de Jesus ressuscitado para quem acreditar nele. Hoje é só o começo.  


Rua Manoel Eudóxio, 5007 -
Santa Rita
Macapá - Amapá

Fone :(96) 3224-3051
CEP: 68.900-000